17 de jan de 2013

Caparaó Capixaba... um estilo de vida!

 Sempre divulgo e defendo o "meu" Parque Nacional do Caparaó. 
Realmente acredito que esta é uma região privilegiada do nosso Brasil. 

Temos mata atlântica de alta atitude (extremamente rara em todo globo terrestre), o 3º pico mais alto do Brasil e o 1º em acessibilidade - Pico da Bandeira.

Cachoeiras e águas cristalinas, fauna e flora peculiares e exclusivas,
como todo o esplendor do nosso Manacá da Serra:


Hoje tenho orgulho em destacar mais uma peculiaridade do nosso Caparaó Capixaba que é o trabalho pioneiro de gente talentosa:

A turma munizfreirense que compõem o projeto "Pé na Estrada". 

Essa turma frenética percorreu os 11 municípios do Caparaó registrando em um documentário mais que original, as belezas e atrações culturais locais.


Claro... que estamos juntos nessa aventura!



No Mirante do Caparaó. Lugar lidíssimo!!!

Carmine, Aldo, Eu, Henrique, Kalila e Giandro.



Tody, Henrique, Giandro, Kalila, Aldo e Eu. 
(OPS... Carmine tirando a foto!)

Este balanço fica a beira de um despenhadeiro. 
Depois de pular, gangorra-se a +ou- 15 metros de altura!!!!
DEMAISSSSS...

Então... com vcs... Websérie Pé na Estrada, Iúna e o Ateliê Arteira!!!!


 Vale a pena Conferir!!!!


Surrealismo


Surrealismo... Um movimento que foge toda nossa lógica consciente.

Nas duas primeiras décadas do século XX, os estudos psicanalíticos de Freud e as incertezas políticas criaram um clima favorável para o desenvolvimento de uma arte que criticava a cultura européia e a frágil condição humana diante de um mundo cada vez mais complexo. 

Surgem movimentos estéticos que interferem de maneira fantasiosa na realidade, dentre eles o Surrealismo.

A publicação do Manifesto do Surrealismo, assinado por André Breton em outubro de 1924, marcou historicamente o nascimento do movimento. Nele se propunha a restauração dos sentimentos humanos e do instinto como ponto de partida para uma nova linguagem artística..

Por meio do automatismo, ou seja, qualquer forma de expressão em que a mente não exercesse nenhum tipo de controle, os surrealistas tentavam retratar as imagens da realidade mais profunda do ser humano: o subconsciente. Os surrealistas pretendiam, dessa forma, atingir uma outra realidade, situada no plano do subconsciente e do inconsciente.

 A fantasia, os estados de tristeza e melancolia exerceram grande atração sobre os surrealistas, e nesse aspecto eles se aproximam dos românticos, embora sejam muito mais radicais. 

Conheça os principais artistas deste movimento.



Salvador Dali

É, sem dúvida, o mais conhecido dos artistas surrealistas. Foi Dali quem criou o conceito de “paranóia critica“ para referir-se à atitude de quem recusa a lógica que rege a vida comum das pessoas. Segundo ele, é preciso “contribuir para o total descrédito da realidade”.


Joan Miró 

Iniciou sua formação como pintor na escola de La Lonja, em Barcelona. Breton falava da arte de Miró como o máximo do surrealismo e se permitiu destacar o artista como um dos grandes gênios solitários do século XX e da história da arte. A famosa magia de Miró se manifesta nas telas de traços nítidos e formas sinceras na aparência, mas difíceis de serem elucidadas, embora se apresentem de forma amistosa ao observador.





13 de jan de 2013

A Arte e o Reino: Adoradores!

Dia de homenagens aqui no blog.
Pensando e orando por amigos queridos 
durante a confecção de duas bonecas mais que especiais.


A "Solista": a boneca da Joyce. 
A menina com a voz mais doce do nosso coral.... 
Querida demais!





E boneco "Adorador": feito especialmente para Emerson Marinho.
Um homem de Deus.... abençoador da minha família! 
Amigo irmão em Cristo!