3 de jul de 2010

Educação e Arte



"Educação para o povo deste meu lugar"

Falar em educação é redundante. Todavia, analisar o termo dentro da própria realidade é um desafio bem mais sedutor, quando se trata de um povo que possui determinados propósitos a alcançar (como é o caso do povo iunense).
De forma substancial, a palavra educação nos remete a transmissão e conservação de valores, formais e informais. Todos os lócus sociais, culturais, ambientais, econômicos, políticos se subordinam à educação.
Neste contexto, o ensino da Arte de forma competente, se destaca como uma ferramenta eficiente, possibilitando a implementação de ações transformadoras, culturalmente estruturadas e estabelecidas. O que culmina na promoção do fortalecimento de uma identidade cultural e automaticamente de identidade social para o povo. 
Porém, em muitos municípios brasileiros, ainda temos professores que, por via de complementação de carga horária, se responsabilizaram por um conteúdo sem terem uma formação para tal... É função primordial do professor a responsabilidade em estar apto ao transmitir conteúdos específicos da disciplina Artes ao aluno.
A disciplina Arte ultrapassa o somente “fazer arte”, propondo também um auto-conhecimento histórico, uma análise crítica, uma percepção estética/cultural e uma contextualização da arte.
Como é descrito no PCN Artes, “a educação em arte propicia o desenvolvimento do pensamento artístico e da percepção estética, que caracterizam um modo próprio de ordenar e dar sentido à experiência humana: o aluno desenvolve sua sensibilidade, percepção e imaginação, tanto ao realizar formas artísticas, quanto na ação de apreciar e conhecer as formas produzidas por ele e pelos colegas, pela natureza e nas diferentes culturas. Esta área também favorece ao aluno relacionar-se criadoramente com as outras disciplinas do currículo”.
A disciplina Arte tem uma função tão importante quanto a dos outros conhecimentos no processo de ensino e aprendizagem. Vista como um instrumento importante na formação do aluno/cidadão, a Arte, como qualquer outra área do conhecimento, possui conteúdos próprios capazes de estimular situações adequadas à construção de conhecimento aliado à produção artística.
É uma cruel realidade constatar que, para muitos, fazer Arte no precário contexto escolar brasileiro pode parecer impossível, inviável... Porém continuar tratando a disciplina Arte com tal descaso perpetua uma cruel lógica da exclusão...
A inclusão do aluno neste universo precioso que o ensino da Arte propõe é uma responsabilidade coletiva que envolve Poder Público, Instituições Educacionais e Profissionais Licenciados e Capacitados em Arte, em uma colaboração profissional e crítica para o melhoramento desta disciplina.
Com o olhar voltado para o futuro, Iúna caminha a passos largos para a melhoria do cenário educacional no município. A chegada do Pólo UAB UFES/IFES destaca-se como um passo importante para que a educação do povo deste meu lugar possa contar com professores de Arte devidamente capacitados e, consequentemente, os nossos alunos tenham uma formação mais completa e consciente sobre o saber/fazer artístico.

Lucianne Gomes Mariano.
 Artes Visuais - UFES.

28 de jun de 2010